Curso livre virtual. Criminologia através da ficção – por Thiago Pacheco

Apresentação

O crime é uma questão que afeta a todos e, consequentemente, nos leva a pensar – academicamente ou não – tanto nas suas causas quanto nas suas soluções. Academicamente, este pensamento se concretizou num campo com variadas escolas criminológicas. Enquanto isso, no senso comum, cristalizou-se a chamada “Ideologia da Defesa Social”, que mascara problemas centrais necessários para se pensar nas causas e soluções para o comportamento desviante.

Uma das formas pelas quais a Ideologia da Defesa Social tem sido assimilada pelo público em geral é justamente a ficção, enquanto produto da Indústria Cultural. Assim, quadrinhos, filmes, games e novelas constroem narrativas ancoradas nos princípios do Bem e do Mal, da Culpabilidade, da Finalidade e da Prevenção.

Isto posto, o curso se propõe abordar estas questões, primeiramente introduzindo aos conceitos básicos da criminologia e da Indústria Cultural, bem como do prolífico campo de estudos acerca das formas de representação do Crime no cinema e em diferentes mídias, para então efetuar estudos de caso a partir de personagens como o Justiceiro (Marvel Comics) e, principalmente, o Batman (DC Comics).

Assista a qualquer momento. Aulas disponíveis ao vivo e gravadas

Objetivos

  • Introduzir ao Campo da Criminologia.
  • Correlacionar Criminologia e Ficção pelo viés da Indústria Cultural.
  • Efetuar estudos de caso das representações do crime em quadrinhos, filmes e games.

Tópicos

1 – Crime, Ficção e Ideologia da Defesa Social na Indústria Cultural;
2 – Batman e outros justiceiros: a Ideologia da Defesa Social por meio da Indústria Cultural;
3 – Criminologia Positivista e os Vilões;
4 – A projeção social do crime na ficção em quadrinhos.

Professor Thiago Silva Pacheco

É doutor em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde defendeu a tese Da Ditadura a Democracia: Uma comparação das atividades de Inteligência da Polícia Política no Estado Novo e na República de 1946. É professor de Criminologia das Faculdades Integradas Simonsen, e autor de vários artigos no campo da espionagem, Operações Encobertas, Serviços Secretos, Crime Político e Terrorismo.

Metodologia

Aulas expositiva a partir do zoom com estudos de casos a partir da bibliografia seleta e uso de materiais de ilustração.

Quando são as aulas ao vivo?

4 encontros (às quartas)
15 a 29 de junho
06 de julho

Que horas?

das 19:30 às 21:00 h

Onde são as aulas?

As aulas ao vivo são feitas pelo aplicativo Zoom (e ficam gravadas para assistir a qualquer momento no Youtube)

Carga horária

8 horas/aula

Investimento

R$ 150,00* (R$ 120,00 até 03/06)

* 50% de desconto para estudantes de graduação e mestrado
* 50% de desconto para apoiadores padrão e premium do Ateliê de Humanidades (Premium tem direito a 1 curso gratuito por ano)

Política de descontos

  • Descontos para apoiadores do Ateliê de Humanidades: Apoiador Padrão (20% de desconto no primeiro curso e descontos progressivos no próximo até 50%) / Apoiador Premium (50% de desconto em todos os cursos)
  • Inscritos em mais de um curso do Ateliê de Humanidades ganham descontos progressivos de 20 a 50% de desconto;
  • Todos os inscritos no curso ganham 25% em todo o catálogo da editora Vozes;
  • Estudantes de graduação e mestrado em qualquer Universidade do país têm 50% de desconto;
  • Indique 1 amigo(a) para o mesmo curso e ganhe 30% de desconto.

Certificação

Emissão de certificado de 8h/aula de curso livre no Ateliê de Humanidades (mínimo 3/4 de frequência)

Inscreva-se agora

ateliedehumanidades@gmail.com

É apoiador com gratuidade
ou tem dúvidas?
Contate por WhatsApp


Bibliografia indicativa*

ADORNO, Theodor W; e HORKHEIMER, Max (1947). Dialética do Esclarecimento: Fragmentos Filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985.

AMERICAN HERITAGE DICTIONARY. Verbete: Moll. Disponível em:  https://ahdictionary.com/word/search.html?q=moll, acesso em 26 de março de 2022, 16:01.

ANITUA, Gabriel Ignácio. Criminología y Cine: uma relación ineludible. In: MACHADO, Bruno Amaral, ZACKSESKI, Cristina e DUARTE, Evandro Piza (coordenadores). Criminologia e cinema: narrativas sobre a violência. São Paulo: Marcial Pons ; Fundação Escola Superior do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, 2016.

AVES DE RAPINA: ARLEQUINA E SUA EMANCIPAÇÃO FANTABULOSA. Direção de Cathy Yan. Estados Unidos: Warner Bros. 2020.

AVILA, Gabriel. 8 momentos de representatividade LGBTQI+ nas HQs. Disponível em https://www.omelete.com.br/banca-de-hqs/8-momentos-de-representatividade-lgbtqi-nas-hqs#13, acesso em 30 de março de 2022, 20:33.

BALDICK, Chris. The Concise Oxford Dictionary of Literary Terms. Oxford University Press., New York, 2001.

BARATTA, Alessandro. Criminologia Crítica e Crítica do Direito Penal: introdução à sociologia do direito penal. Rio de Janeiro: ICC/Revan, 2000.

BATMAN. Nova Iorque: DC Comics, n° 1, Abril 1940.

BATMAN. Direção: Tim Burton. Estados Unidos: Warner Bros., 1989.

BATMAN: O RETORNO. Direção: Tim Burton. Estados Unidos: Warner Bros., 1992.

BATMAN ETERNAMENTE. Direção: Joel Schumacher. Estados Unidos: Warner Bros., 1995.

BATMAN BEGINS. Direção: Christopher Nolan. Estados Unidos e Reino Unido: Warner Bros., 2005.

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS. Direção: Christopher Nolan. Estados Unidos e Reino Unido: Warner Bros., 2008.

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RENASCE. Direção: Christopher Nolan. Estados Unidos e Reino Unido: Warner Bros., 2012.

BENTHAM, Aby. Fatal attraction : the serial killer in American popular culture. Praeger: Santa Barbara, California, 2015.

BECCARIA, Cesare. Dos Delitos e das Penas (1764).

CASTAMANN, Eduardo Tedesco. NIGRIS, Letícia da Silva, COSTA FILHO, Daniel Nogueira. Levando o delito a sério: por uma crítica realista do direito penal. Anais do 9° Congresso Internacional de Ciências Criminais, 2018.

CORINGA. Direção: Todd Phillips. Estados Unidos: Warner Bros., 2019.

DETECTIVE COMICS. Nova Iorque: DC Comics, n° 1, outubro 1940.

______. Nova Iorque: DC Comics, n° 66, junho de 1942.

______. Nova Iorque: DC Comics, n° 140, outubro 1948.

EASON, Bryan. DARK KNIGHT FLASHBACK: The Joker, Part I. Disponível em: https://www.cbr.com/dark-knight-flashback-the-joker-part-i/, acesso em 30 de Março de 2022, 8:47.

HOLUB, Christian. Entrevista com Paul Dini. Disponível em: https://ew.com/books/2017/09/05/paul-dini-25-years-of-harley-quinn/, acesso em 26 de março de 2022, 15:55.

FBI. The FBI and the American Gangster, 1924-1938, disponível em: https://www.fbi.gov/history/brief-history/the-fbi-and-the-american-gangster, acesso em 30 de março de 2022, 7:41.

FLHEISHER Michael, LINCOLN, Janet.. The Encyclopedia of Comic Book Heroes, Volume 1: Batman. New York City: Macmillan Publishing, 1976.

FREUD, Siegmund. O Mal-estar na Civilização (1929). Edição Standart brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1982.

KANE, Bob. Batman and Me. Foestfille, California: Eclipse Book, 1989.

IBRAHIM, Yasmin, Hipersexualização da Arlequina: como personagem foi remodelada para o cinema. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/diversao-e-arte/2021/08/4942459-hipersexualizacao-da-arlequina-como-personagem-foi-remodelado-para-o-cinema.html?fbclid=IwAR3dnyTHREVwayh6RV20iQup7Kamyj5wO_uDsF9mv7DQfT3VPXjavMHSuQw, acesso em 31 de Março de 2022, 9:10.

LOMBROSO, Cesare (1876). O Homem Delinquente. Tradução: Sebastian José Roque. 1. Reimpressão. São Paulo: Ícone, 2010.

______. (1893). A mulher delinqüente, a prostituta e a mulher normal. Curitiba: Antonio Fontoura, 2017.

MACGOVEN, Una. Dictionary of Literary Character. Chambers Harrap Publishers 2004.

MACHADO, Bruno Amaral, ZACKSESKI, Cristina e DUARTE, Evandro Piza (coordenadores). Criminologia e cinema: semânticas do castigo. São Paulo: Marcial Pons ; Brasília: Fundação Escola Superior do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, 2018.

NEW YORK CORRECTION HISTORY SOCIETY. Fishkill Correction Facility. Disponível em http://www.correctionhistory.org/html/chronicl/docs2day/fishkill.html, acesso em 1 de maio de 2022, 8:50.

O HOMEM QUE RI. Direção: Paul Leni. Estados Unidos: Universal Pictures, 1928.

O MÉDICO E O MONSTRO. Direção: Rouben Mamoulian. Estados Unidos: 1931.

PRATINI, Vitória. Tamanho de short da Arlequina foi ajustado digitalmente em trailers de Esquadrão Suicida. Disponível em: https://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-123430/, acesso em 26 de março de 2022, 19:08.

RICOEUR, Paul. Tempo e Narrativa (Tomo 1). Campinas: Papirus Editora, 1994.

ROUDINESCO, Elisabeth, PLON, Michel. Dicionário de Psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria de análise histórica. Recife: S.O.S Corpo, 1991.

TEITELBAUM, Michael, BEATTY, Scot, GREENBURGUER, Robert, WALLACE, Daniel. The DC Comics Encyclopedia: the definitive guide to the characters of the DC Universe (Update and Expanded). New York, DC Comics, 2008.

TELES FILHO, Ricardo Vieira. Phineas Gage’s great legacy. Dement Neuropsychol 2020 December;14(4):419-421.

THE BATMAN ADVENTURES: MAD LOVE. DC Comics, Dezembro de 1993.

THE BATMAN. Direção: Matt Reeves. Estados Unidos: Warner Bros., 2022 VALLE, N.; MISAKA, M. Y. ; FREITAS, R. A. S. . Uma reflexão crítica aos movimentos da lei e da ordem- teoria das janelas quebradas. Revista Juris Unitoledo, v. 3, p. 146-162, 2018.

* A bibliografia não é obrigatória, mas sim indicativa. Serão disponibilizados materiais com leituras seletas e sínteses do conteúdo lecionado.

Cursos livres do Ateliê de Humanidades

Cursos livres do Ateliê de Humanidades


Deixe uma resposta

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: