Lançamento de “Teoria sociológica contemporânea”, organizado por Carlos Eduardo Sell e Carlos Benedito Martins (Vozes, 2022)

Nesta terça-feira, às 19:30h, o Ateliê de Humanidades realizará, em parceria com a Editora Vozes, o lançamento do livro "Teoria sociológica contemporânea: autores e perspectivas", organizado por Carlos Eduardo Sell e Carlos Benedito Martins (Vozes, 2022). A live contará com as presenças de Carlos Eduardo Sell (UFSC), Paulo Henrique Martins (UFPE), Carlos Gadea (UNISINOS), Bruna... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Calúnias como manobras políticas: a difamação das eleições no Brasil, por Alessandra Maia

Há uma tendência global de contestar a lisura das eleições. Isso também ocorreu no Brasil, como era de se esperar. O último fato foi a ação do PL, que teve resposta imediata do ministro Alexandre de Moraes, que não apenas a rechaçou como também multou a coligação por calúnia. Como interpretar esta tendência global? E... Continuar Lendo →

Curso Livre Virtual. O apelo à eternidade: outro olhar sobre os epitáfios gregos – por Ritá Codá

Os gregos antigos nunca tiveram uma concepção homogênea a respeito da morte. Vê-se isso, de maneira inédita, nos seus epitáfios, principalmente naqueles em que o morto / defunto ou o próprio túmulo ou o cenotáfio se dirige ao transeunte, ao passante. A morte não aniquila o homem enquanto a palavra oral ou escrita o mantém... Continuar Lendo →

Lançamento virtual. “A contrademocracia: a política na era da desconfiança”, de Pierre Rosanvallon

Na próxima quarta-feira (23/11), às 19h, temos o debate de lançamento de "A contrademocracia: a política na era da desconfiança", primeiro livro da tetralogia das mutações da democracia, de Pierre Rosanvallon. Participam Felipe Maia (UFJF), Diogo Cunha (UFPE) e Alessandra Maia (PUC-RJ), com mediação de André Magnelli (Ateliê de Humanidades). Quando? 23 de novembro (quarta),... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades 2022. A responsabilidade frágil: responder com atenção e sensibilidade

No último encontro do Ciclo de Humanidades 2022, conversaremos sobre a outra face da escuta: a capacidade de responder com atenção e sensibilidade. Deste modo, concluindo esta rodada de reflexão sobre nosso “tempo do sensível”, traremos uma concepção de responsabilidade que está associada à capacidade de estar atento e sensível ao que se faz e... Continuar Lendo →

#074 La revuelta de los animales políticos – com Rodrigo Cordero

No episódio de hoje, o República de Ideias traz para você a fala de Rodrigo Cordero no evento "La revuelta de los animales políticos", realizado no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ no dia 06 de setembro de 2022, como parte das atividades de lançamento do livro "Crise e crítica: sobre as frágeis... Continuar Lendo →

Fios do tempo. O modernismo inacabado de Mário de Andrade – por André Magnelli

Aproveitando a ocasião da mesa “Mário de Andrade, pensador e intérprete do Brasil” no Seminário “Pensar o Brasil: 100 anos da Semana de 22”, que ocorre nesta quinta-feira (10/11) às 10h, publicamos hoje, no Fios do Tempo, meu ensaio "O modernismo inacabado de Mário de Andrade", que foi publicado no volume Mário de Andrade da... Continuar Lendo →

Seminário “Pensar o Brasil: 100 anos da Semana de 22”

Nesta semana, na quarta e quinta (9 e 10 de novembro), ocorre o Seminário "Pensar o Brasil: 100 anos da Semana de 22", organizado pela Cátedra Carlo Maria Martini (PUC-RJ), o Instituto Humanitas Unisinos e a Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Ele ocorrerá em formato híbrido, presencial e virtual. No dia 10 de... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Por que o Nordeste votou em Lula? – por Paulo Henrique Martins

Os votos dos eleitores do Nordeste em Lula foram decisivos nesta eleição: dando-lhe uma margem de quase 12 milhões de diferença em relação ao atual mandatário, isso permitiu ao candidato da frente ampla democrática ser eleito presidente. Afastando-se das platitudes e preconceitos que se espraiam como uma peste, como podemos explicar o voto nordestino em... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Por que não votarei em Bolsonaro? carta de um amigo católico conservador e monarquista

Às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais, o Ateliê de Humanidades julga de utilidade pública trazer a uma audiência mais ampla esta Carta de um amigo conservador católico e monarquista, originalmente uma manifestação de um conservador católico a seus amigos próximos. Desde que travamos o nosso primeiro contato com o texto, identificamos a relevância... Continuar Lendo →

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: