O Ateliê de Humanidades realizará o Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciência sociais, a ocorrer mensalmente ao longo de 2019 na BiblioMaison (biblioteca do Consulado da França no Rio de Janeiro) como parte das Quintas da Maison. Em nosso Ciclo, buscaremos articular as reflexões críticas e os diagnóstico de crise com uma atitude propositiva, disposta a pensar as reformas possíveis de serem feitas e as metamorfoses generativas em curso.

Post Destacado

Lançamento de “O dom da hospitalidade – quando receber é dar” (Revue du MAUSS)

Divulgamos o lançamento do último número da Revue du M.A.U.S.S. (Mouvement anti-utilitariste en sciences sociales). Com o tema "O dom da hospitalidade. Quando receber é dar", a revista explora as contradições da hospitalidade contemporânea e propõe o dom como uma bússola para lidar com suas ambivalências e tensões. Este número não poderia chegar em uma... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Cosmopolíticas para Gaia em tempos de Antropoceno (evento gratuito)

Juntamente com a BiblioMaison e o Consulado da França no Rio de Janeiro e em parceria com a Ubu Editora, o Ateliê de Humanidades propõe no quarto encontro do Ciclo de Humanidades, a ser realizado no dia 26 de junho, o tema Cosmopolíticas para Gaia em tempos de Antropoceno. Para tanto, convidamos como conferencista Alyne de Castro Costa (PUC-RJ), para que seja feito um debate sobre os desafios brasileiros e mundiais oriundos tanto dos tempos de Antropoceno quanto da atual composição de forças no Brasil, sem deixar de pensar, ao mesmo tempo, as possíveis respostas por vir.

Lançamentos do Ateliê de Humanidades na SBS – Congresso Brasileiro de Sociologia 2019

Confira os Lançamentos do Ateliê de Humanidades na SBS - Congresso Brasileiro de Sociologia 2019

Podcast. Uma democracia (in)acabada (II): O povo, um soberano cheio de complexos

Segundo episódio da temporada do República de Ideias sobre o e-book/livro "Democracia (in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon", lançado pelo Ateliê de Humanidades Editorial. O episódio anterior foi: (I) Uma história filosófica do político: https://ateliedehumanidades.com/2019/05/16/podcast-uma-democracia-inacabada-historia-filosofica-do-politico/.  Com participação de Emmanuel Rapizo e André Magnelli, o episódio apresenta o livro de Rosanvallon: A... Continuar Lendo →

Pontos de leitura. Sobre politização do judiciário, ou nas origens do “populismo impolítico”

Excerto de: André Magnelli. À prova do populismo. In: "Uma democracia (in)acabada". p. 202-203. "o populismo impolítico possui uma lógica diferente, que não tem paralelismo tão estreito com o cesarismo. Tratam-se aqui de outros atores, aqueles que servem de contrapeso ao poder executivo e ao legislativo; a tal ponto que ele pode se tornar uma... Continuar Lendo →

Cadernos do Ateliê. “Outra Ciência é possível!” Uma apelo à Slow Science, por Isabelle Stengers

Lançamos agora nos Cadernos do Ateliê uma primeira série que traz textos, traduzidos e inéditos, que permitam diagnosticar nosso tempo, ao mesmo tempo que refletir sobre o Ateliê e seus valores. No primeiro fascículo, iniciamos com a proposta, à qual nos vinculamos, de uma slow science. Após termos publicado no nosso site uma tradução do Manifesto por uma slow science, trazemos agora o texto da filósofa e historiadora da ciência Isabelle Stengers, “'Outra Ciência é possível!': Um apelo à Slow Science”, com tradução e apresentação de Maryalua Meyer e André Magnelli. Aproveitamos para agradecer à Isabelle Stengers e à editora La Découverte por terem gentilmente nos autorizado a publicação deste ensaio.

Ateliê de Humanidades participará de organização de sessão no IV ISA Forum of Sociology

O Ateliê de Humanidades participará do IV ISA Forum os Sociology, que ocorrerá entre os dias 14 e 18 de Julho de 2020, em Porto Alegre. Paulo Henrique Martins, professor titular da UFPE, e André Magnelli, diretor e pesquisador do Ateliê de Humanidades, organizarão a sessão: Metamorphoses of Sociology: What Can We Expect of It... Continuar Lendo →

Pontos de leitura. Homenagem a Michel Serres (1930-2019) (I) – Amar o humano, amar a Terra

No dia primeiro de junho deste ano de 2019, Michel Serres nos deixou aos 89 anos, legando-nos uma das mais belas e influentes obras filosóficas contemporâneas, construída no entrecruzamento de ciências sociais e humanidades, matemática e poesia. Não por acaso, em O Império do Sentido: a humanização das ciências humanas (1997), o  historiador François Dosse... Continuar Lendo →

Podcast. As sexualidades de Foucault (II): Os prazeres gregos

Acompanhe mais um episódio do República de Ideias - Podcast do Ateliê de Humanidades - Hoje, As sexualidades de Foucault (II): Os prazeres gregos Com Lucas Faial Soneghet

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: