O Ateliê de Humanidades realizará o Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciência sociais, a ocorrer mensalmente ao longo de 2019 na BiblioMaison (biblioteca do Consulado da França no Rio de Janeiro) como parte das Quintas da Maison. Em nosso Ciclo, buscaremos articular as reflexões críticas e os diagnóstico de crise com uma atitude propositiva, disposta a pensar as reformas possíveis de serem feitas e as metamorfoses generativas em curso.

Post Destacado

Podcast. A Revanche de Deus!? (I) Para entender o “evangeliquês” e ir além dele

O República de Ideias inicia hoje uma nova temporada, "A Revanche de Deus!? Religião em tempos de mutação", cujo nome remete ao encontro do Ciclo de Humanidades, realizado pelo Ateliê de Humanidades no Consulado da França, onde nos dedicamos ao tema da religião com conferência de Volney Berkenbrock e testemunho de Wellington Freitas. Nesta temporada,... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Na máquina do tempo: como viver em uma sociedade em (des)aceleração?

No próximo dia 28 de novembro, das 18:30h às 20:30h, em parceria com a BiblioMaison / Consulado da França, o Goethe Institut / Consulado da Alemanha e a Editora UNESP, o Ateliê de Humanidades realizará o décimo e último encontro de 2019 do Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciências sociais. Nele,... Continuar Lendo →

Pontos de leitura. Com olhar de águia, voa-se acima da soberba e da inveja – por F. Nietzsche

21. Contra a soberba Não se encha de ar: senão basta uma alfinetada para o estourar. 40. Sem inveja Sim, não há inveja em seu olhar; e vocês o louvam por isso? Ele não olha em torno, à procura de seus louvores; ele tem o olhar de águia, visa o que está longe. Ele não... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. O fim do ciclo do Antropoceno, por Paulo Henrique Martins

Disponibilizamos hoje, no Fios do tempo: análises do presente, o artigo de Paulo Henrique Martins sobre "o fim do Ciclo do Antropoceno". Com sua costumeira amplitude de espírito e compreensão, o autor reflete sobre o sentido do "Antropoceno" e o seu possível fim, partindo das representações de ciclo de nascimento, vida e morte presente nas... Continuar Lendo →

Fios do tempo. República, “desculpa o transtorno, estamos em construção”, por Lindoberg Campos

Neste 15 de novembro, dia da proclamação da República, o Fios do tempo: análises do presente publica um artigo de Lindoberg Campos sobre nossa república em construção. Se, nestes 130 anos, ele mostra que a história republicana tem muitas coisas a não se comemorar, tendo em vista que seu nascimento e percurso teve as marcas... Continuar Lendo →

Desconto para Estudantes no Ateliê de Humanidades !

Já há algum tempo nós do Ateliê de Humanidades queríamos fazer uma política de desconto para estudantes de graduação nos cursos do Ateliê de Humanidades. Nossa instituição de livre estudo e pesquisa é feita para todas as idades. Mas consideramos que os jovens são fundamentais para atendermos à nossa missão. Sem vocês, estudantes de graduação,... Continuar Lendo →

Fios do tempo. Rojava, da experiência curda à invasão turca, por Luiz Souto

Publicamos no Fios do tempo: análises do presente deste domingo um artigo de Luiz Souto onde é relatada a experiência curda de "confederalismo democrático" ocorrida na região de Rojava durante a Guerra na Síria, e são analisados, de um ponto de vista político e geopolítico, quais são os fatores envolvidos e as consequências da recente invasão turca na... Continuar Lendo →

Lançamento de livro de Marcos Lacerda, livre-pesquisador do Ateliê de Humanidades

Marcos Lacerda, livre-pesquisador do Ateliê de Humanidades, lançará seu livro "Hotel Universo: a poética de Ronaldo Bastos", neste sábado, dia 09 de novembro, às 18h, na Livraria da Travessa de Ipanema (R. Visconde de Pirajá, 572 - Ipanema, 22.410-002). O livro apresenta e analisa as canções mais importantes de Ronaldo Bastos, figura central da música... Continuar Lendo →

Podcast. Da repressão à depressão? Um olhar psicanalítico sobre os sentidos da religião e da vida

Publicamos hoje uma conversa entre o psicanalista e livre-pesquisador do Ateliê de Humanidades Marco Aurélio de Carvalho Silva e André Magnelli. A partir da psicanálise e em diálogo com os sentidos da religião trazidos por Volney Berkenbrock no Ciclo de Humanidades, refletimos sobre a associação entre os destinos da religião nas nossas sociedades secularizadas e... Continuar Lendo →

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: