Filosofia na Praia. Palestra de André Magnelli sobre Byung-Chul Han

Neste sábado (19/09), às 11h, teremos uma palestra de André Magnelli sobre “Além da performance e do cansaço: o amor e a beleza de Byung-Chul Han”.

Para assistir acesse o Filosofia na Praia no Facebook (https://www.facebook.com/filonapraia) ou no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCIXu5XHzhw1Z01YmBF3qObw)

No site do Ateliê de Humanidades você vai encontrar os posts do Fios do Tempo, do República de Ideias e do Pontos de Leitura sobre Byung-Chul Han.

E logo estarão disponíveis na nossa CuradoLivraria os livros do autor pela Vozes à venda.



Fios do tempo. Em tempos de solusvírus, será possível convivialismo? – por Marco A. de C. Silva

No contexto do debate sobre o coronavírus, lançado por Paulo Henrique Martins, publicamos o artigo de Marco Aurélio de C. Silva, escrito com colaborações pontuais de André Magnelli. Fazendo uma interlocução entre distintas interpretações da atualidade, como Byung-Chul Han, Richard Sennett e Marcel Gauchet, Marco reflete sobre a possibilidade do convivialismo: em tempos de coronavírus,… Continuar Lendo →

Podcast. O que o coronavírus nos faz pensar? Diálogos entre S. Žižek, Byung-Chul Han, Joanildo Burity e outros autores

Publicamos agora no República de Ideias um podcast (também em formato de vídeo) em que Emmanuel Rapizo, Marco A. de Carvalho Silva e André Magnelli conversam sobre os artigos de Zizek, Byung-Chul Han e Jonanildo Burity sobre a atual crise, não sem incluir no papo os textos de Daniel Chernilo, Paulo Henrique Martins e Saskia… Continuar Lendo →

Fios do tempo. Soberania, exceção e o desafio da reconstrução democrática: sobre Byung-Chul Han e o coronavírus – por Joanildo Burity

Seguindo com nosso debate sobre a pandemia de coronavírus, publicamos hoje as reflexões críticas de Joanildo Burity (UFPE) em resposta ao artigo “O coronavírus de hoje e o mundo de amanhã”, publicado pelo filósofo coreano Byung-Chul Han no El País; artigo que, por sua vez, teceu críticas à análise feita pelo filósofo esloveno Slavoj Žižek… Continuar Lendo →

Pontos de leitura. Processador ou humano? Como a transparência nos conduz a um “corredor vazio” – por Byung-Chul Han

Em minhas leituras de Byung-Chul Han, encontrei uma passagem que pode esclarecer a questão das ansiedades e da síndrome de pânico. Ao tratar da sociedade da aceleração, ele trata da diferença entre processador e procissão. Esta última está ligada à narração. Quando ele fala da importância da narração para a densidade semântica, Chul Han evidencia… Continuar Lendo →

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: