Fios do Tempo. Sonhos alienígenas: uma cena artística emergente – por Charlie Snell

Na sequência de nossos textos sobre as novas possibilidades da arte contemporânea, após termos trazido Self-Made Art, de Leonel Moura, publicamos hoje, no Fios do Tempo, o artigo de Charlie Snell da Universidade da Califórnia, Berkeley. Nele, são apresentadas algumas das experimentações feitas com algoritmos generativos (GANs) que produzem imagens a partir de comandos textuais.... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Lo terriblemente bello en lo sublime – Gabriel Restrepo (Prólogo al libro de cuentos de Pavel Eduardo Rodríguez: Sombras ominosas – Relatos de lo Terrible y lo Fantástico)

Hay un "terriblemente bello en lo sublime": esta es la idea-fuerza con la que el colombiano Gabriel Restrepo presenta el libro de cuentos del joven intelectual colombiano Pavel Eduardo Rodríguez: Sombras ominosas (Relatos de lo Terrible y lo Fantástico). Tenemos aquí, en primer lugar, una hermosa presentación del libro de cuentos de Pavel, que brinda... Continuar Lendo →

Debate Virtual – Nos rastros do ficcional

Apresentação O que é o discurso ficcional? Qual a relação da ficção com a mímesis? Como uma arqueologia do sujeito autocentrado na modernidade esclarece as formas de controle do imaginário e a subteorização do ficcional? Em "O Chão da mente: a pergunta pela ficção", Luiz Costa Lima avança na sistematização de sua teoria da ficçãoperpassando... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Tão longe, tão perto – Felipe Maia

Na continuidade de uma reflexão no calor do tempo, trazemos hoje, no Fios do Tempo, a análise de Felipe Maia (UFJF) dos acontecimentos do 7 de setembro e seus desdobramentos políticos. Quais cálculos moveram Bolsonaro? Como os distintos atores estão reagindo à incitação do presidente contra as instituições? O que fazer diante do insistente avanço... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Independência ou golpe?! – por Lindoberg Campos

Há algo de fantasma a ressuscitar neste peculiar 07 de setembro de 2021. Se a Independência foi proclamada sem povo às margens de um riacho, um presidente grita hoje por sua "independência" apelando a uma insurreição popular diante das instituições. Independência ou golpe!? No texto de hoje, Lindoberg Campos (professor da UFOP) traz uma reflexão... Continuar Lendo →

Evento. Mesa – O convivialismo e as políticas públicas: potencialidades e desafios

Nesta sexta-feira (03 de setembro), das 8:30 às 10:30h, teremos a mesa O convivialismo e as políticas públicas: potencialidades e desafios do IV Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (ENEPCP) (realizado entre 01 e 03 de setembro), com coordenação de Genauto Carvalho de França Filho e a participação de Rosana Bullosa,... Continuar Lendo →

Conviviações. Entre lutos e memórias: práticas de cuidado na pandemia

Como parte das atividades do grupo de suporte e reflexão Cuidado Coletivo, vamos conversar sobre as práticas de cuidado constituídas em redes de apoio a enlutados e órfãos da pandemia. Será no próximo dia 02 de setembro, quinta-feira, às 20:00h, um Conviviações com o tema “Entre lutos e memórias: práticas de cuidado na pandemia”, tendo... Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Entre o mapa e o território: como se constitui o ficcional? – por Júlia de Mello

Trazemos hoje no Fios do Tempo uma resenha do livro O chão da mente: A pergunta pela ficção, de Luiz Costa Lima (EdUNESP, 2021), escrita por Júlia de Mello (PPGLit-UFSCar). Em sua reflexão, Júlia de Mello não apenas apresenta com brilho as teses e questões centrais de Chão da mente, que é a primeira obra... Continuar Lendo →

Que nous disent les animaux ? – Grand entretien avec Dominique Lestel

No contexto do quinto encontro do Ciclo de Humanidades "O que nos dizem os animais", publicamos em francês, sem edições, a entrevista do filósofo francês Dominique Lestel, feita por André Magnelli no dia 26 de agosto. Posteriormente, publicaremos a mesma entrevista com legendas em português. Começamos nossa conversa com uma breve exposição da trajetória intelectual... Continuar Lendo →

LANÇAMENTO DO SÉCULO – Século do Populismo: história, teoria, crítica, de Pierre Rosanvallon

Apresentação Pelos vários cantos do mundo, as democracias estão em crise e líderes populistas galgam o poder. Estarão as democracias se autodestruindo e se transformando em "democraturas"? Estaremos ingressando em uma era dos populismos? Para responder a essas questões, precisamos analisar os populismos contemporâneos. Para tanto, o Ateliê de Humanidades Editorial traz ao público umas... Continuar Lendo →

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: