Ciclo de Humanidades. Os fins do humano: pensar o sentido da educação em tempos e barbárie

Proposta

Em tempos como o nosso, onde autoritarismos, desconstruções e devastações parecem ser as principais coisas a prosperar, onde proliferam grandes ameaças tanto à democracia quanto à espécie humana, torna-se fundamental retomar a pergunta sobre os fins do humano e colocar a questão do sentido da educação.

Para tanto, no sexto encontro do Ciclo de Humanidades refletiremos sobre a crise da educação e das universidades, propondo a retomada de indagações radicais: para que educar um ser humano? Qual seria a educação necessária, conveniente e/ou desejável em uma sociedade livre, justa, solidária e democrática, levando-se em conta as diversas facetas do humano (cognitiva, afetiva, moral, política etc.)? Como isso é possível em tempos de ascensão de barbárie? E qual seria o lugar das universidades e da sociedade civil para a realização de velhos e novos ideais de educação?

A fim de pensarmos juntos tais questões, comporemos uma mesa-redonda com as participações do escritor e ensaísta Luís Augusto Fischer e do sociólogo e pedagogo Alexandre Simão Freitas.

Data

24 de setembro (quinta-feira)

Horário

das 19 às 21h

Certificado

Será disponibilizado Certificado, pelo Ateliê de Humanidades/BiblioMaison, para participação neste evento. Caso haja participação de no mínimo 75% dos dias, será dado o certificado de participação no Ciclo de Humanidades como um todo.

Participantes da mesa-redonda


Entrevistado

Local

Sala disponível no Aplicativo Zoom para inscritos que queiram interagir com palestrantes e receber certificados. Inscrição obrigatória.

Streaming no Youtube para todos no canal do Bureau du livre de l’Ambassade de France au Brésil


Ciclo de Humanidades 2020

O Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciências sociais é um espaço de reflexão, exposição e conversa sobre ideias, autores e temas clássicos e contemporâneos. Ele é concebido e organizado pelo Ateliê de Humanidades, juntamente com a BiblioMaison/Consulado da França e com o Instituto Goethe/Consulado da Alemanha, tendo uma periodicidade (mínima) mensal, realizando-se habitualmente na última quinta-feira de cada mês ao longo de todo o ano.

2 comentários em “Ciclo de Humanidades. Os fins do humano: pensar o sentido da educação em tempos e barbárie

Adicione o seu

    1. Olá, Augustp, boa tarde. Por alguma razão o wordpress não nos notigicou de seu comentário. Você conseguiu se inacrever depois? Sempre que necessário, lembre que pode nos contactar por email ou whatsapp

Deixe uma resposta

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: