Podcast. Horizontes pós-coronavírus: diálogos entre o psicológico e o social

O República de Ideias traz hoje mais um episódio em que conversamos sobre a pandemia de coronavírus não apenas refletindo sobre o que acontece no presente como também pensando sobre futuros porvir. Neste episódio, Paulo Henrique Martins, Marco Aurélio de C. Silva e André Magnelli conversam sobre os horizontes de uma sociedade pós-coronavírus, analisando as ambivalências das tendências atuais a partir de um diálogo entre o psicológico e o social.

Desejamos uma boa escuta!

Tópicos

Reacomodações neoliberais ou reformas de vida?

  • Vírus não é revolucionário: as reacomodações possíveis
  • Lembrar a convivialidade de Ivan Illich
  • O tempo e o espaço encurtados: uma possibilidade de recompor as formas de convivência
  • Do espaço-tempo de controle e exploração à revolução do intimismo
  • Breve apresentação dos princípios conviviais

Seremos ainda mais solus ou reencontraremos o socius?

  • Atentado às Torres Gêmeas e a descoberta do viver no “tempo real”
  • Da sociedade da intimidade ao retorno de ser-conjunto?
  • De um sujeito da performance a uma pessoa moral e política?
  • Nascerá alguma transcendência que irrompa o “terror da imanência”? Superaremos as dualidades entre natureza e cultura?

A necessidade de uma abertura da sociologia

  • A sociologia está muito focada nos novos papéis sociais
  • O desafio de pensar a individuação
  • Além do fanatismo e do narcisismo: a horizontalidade da dádiva
  • Individuação é diferente de individualização: a revolução molecular ainda não pensada do convivialismo
  • Fazer a dádiva circular para construir indivíduo, sujeito e coletividade
  • Refletir criticamente sobre as lutas por reconhecimento: narcisismo e afetos tristes
  • Responsabilidade, solidariedade e cuidado
  • A dádiva permite repensar o reconhecimento em uma chave generativa

Porvires

  • O aprisionamento da teoria no mal-estar: reenriquecer a teoria e a concepção de civilização e cultura
  • Incertezas das catástrofes: a oportunidade de metamorfosear as estruturas psíquicas pela dádiva
  • Individuação pela dádiva

Escolha algum dos armazenadores de podcast abaixo.
É só clicar!




Podcast. O que o coronavírus nos faz pensar? Diálogos entre S. Žižek, Byung-Chul Han, Joanildo Burity e outros autores

Publicamos agora no República de Ideias um podcast (também em formato de vídeo) em que Emmanuel Rapizo, Marco A. de Carvalho Silva e André Magnelli conversam sobre os artigos de Zizek, Byung-Chul Han e Jonanildo Burity sobre a atual crise, não sem incluir no papo os textos de Daniel Chernilo, Paulo Henrique Martins e Saskia… Continuar Lendo →

República de ideias. Coronavírus, uma oportunidade para outra globalização: um diálogo com Daniel Chernilo

O República de ideias, podcast do Ateliê de Humanidades, traz hoje um episódio especial com participação do sociólogo e filósofo chileno Daniel Chernilo, que é a nosso ver um dos principais teóricos sociais contemporâneos. Sua obra reúne pesquisas sobre o nacionalismo, o cosmopolitismo e o Estado-nação, o direito natural e as ciências sociais, as relações… Continuar Lendo →

Podcast. Itinerários do dom (II): Rumo a uma sociedade convivial?

Publicamos hoje no República de Ideias o segundo episódio da série Itinerários do dom, que realizamos com o professor titular da Universidade Federal de Pernambuco, líder na América Latina do Movimento Anti-utilitarista em Ciências Sociais (M.A.U.S.S.) nas bandas e autor de dois livros pelo Ateliê de Humanidades Editorial: “Itinerários do dom: teoria e sentimento” e… Continuar Lendo →

Fios do tempo: Coronavírus: da crise do capitalismo neoliberal às vias de uma democracia convivial

Publicamos hoje um primeiro artigo sobre a pandemia de coronavírus, que inicia um debate proposto por Paulo Henrique Martins a ser conduzido no âmbito do Fios do Tempo no Ateliê de Humanidades. Neste artigo, Paulo Henrique analisa a atual crise sistêmica global, suas razões e seus possíveis desdobramentos. De forma propositiva, ele traz também o… Continuar Lendo →

Fios do tempo. Em tempos de solusvírus, será possível convivialismo? – por Marco A. de C. Silva

No contexto do debate sobre o coronavírus, lançado por Paulo Henrique Martins, publicamos o artigo de Marco Aurélio de C. Silva, escrito com colaborações pontuais de André Magnelli. Fazendo uma interlocução entre distintas interpretações da atualidade, como Byung-Chul Han, Richard Sennett e Marcel Gauchet, Marco reflete sobre a possibilidade do convivialismo: em tempos de coronavírus,… Continuar Lendo →

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: