Podcast. Uma democracia (in)acabada: À prova dos populismos

Quinto e último episódio da temporada do República de Ideias sobre o Livro ” Uma Democracia (in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon”, lançado pelo Ateliê de Humanidades Editorial. Com participação de Emmanuel Rapizo e André Magnelli, refletimos sobre os fenômenos populistas contemporâneos, tanto de esquerda quanto de direita: reconstruímos um pouco os sentidos do termo populismo, em seu uso histórico e polêmico; propomos uma definição de populismo a partir do conceitual de Pierre Rosanvallon; e buscamos refletir sobre “o que os populismos querem dizer” sobre nossas democracias. Todo o episódio é atravessado com uma preocupação para pensar a democracia hoje no mundo e no Brasil. Boa escuta!


Escolha algum dos armazenadores de podcast abaixo.
É só clicar!


democracia

Fios do Tempo. Técnica e Humanidade: algumas ideias partindo de Romano Guardini – por Andrea Galluzzi e Licia Paglione

O que o pensamento católico tem a nos dizer sobre nossa sociedade cada vez mais integrada pelos sistemas técnicos? O que cientistas sociais italianos estão a produzir a respeito? No texto que publicamos hoje, os italianos Andrea Galluzzi e Licia Paglione, ambos pesquisadores do Istituto Universitario Sophia, Florença, fazem uma reflexão sobre a relação entre… Continuar Lendo →

Curso livre virtual. Edgar Morin: uma introdução – por André Magnelli

Apresentação do curso A melhor forma de homenagear um pensador é lê-lo com atenção e estudá-lo com cuidado. Infelizmente, alguns autores são muito celebrados, mas não geram um acúmulo equivalente de estudos sobre seu pensamento. Este é o caso do filósofo e sociólogo francês Edgar Morin. Ele alcançou, como poucos, um reconhecimento internacional e sucesso… Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Um modelo para uma nova história da literatura brasileira – por Luís Augusto Fischer

No contexto do lançamento de “Duas formações, uma história: das ideias fora do lugar ao perspectivismo ameríndio”, que faremos nesta quinta-feira, 14 de outubro, às 19h, publicamos um texto de Luís Augusto Fischer (retirado do livro), onde o autor apresenta sua proposta de modelo para uma nova história da literatura brasileira. Desejo-lhes uma excelente leitura…. Continuar Lendo →

LANÇAMENTO – Uma nova história da literatura, um outro olhar sobre o Brasil: lançamento de “Duas formações, uma história – das ideias fora do lugar ao perspectivismo ameríndio”

Apresentação Depois de “Em busca de um país: reencontro com Celso Furtado” e “Nos rastros do ficcional: uma conversa sobre o ‘Chão da Mente’, de Luiz Costa Lima”, avançamos em nossas conversas sobre o Brasil, feitas entre a história, a literatura e o ficcional, com o lançamento do livro “Duas formações, uma história: das ideias… Continuar Lendo →

Fios do Tempo. “Nós nem cremos…” – por Lindoberg Campos

Liberdade! Liberdade!Abre as asas sobre nósDas lutas na tempestadeDá que ouçamos tua voz Nós nem cremos que escravos outroraTenha havido em tão nobre PaísHoje o rubro lampejo da auroraAcha irmãos, não tiranos hostis Tendo por mote estes célebres versos do Hino da Proclamação da República, Lindoberg Campos traz hoje um artigo que reflete sobre as… Continuar Lendo →

Fios do Tempo. Da presença invisível que flui sob as rochas do social: amor como experiência, crítica e excedência – por André Magnelli

O amor é uma presença quase invisível na história das ciências sociais. É claro que o amor tem sido objeto de pesquisas, especialmente em alguns livros importantes da segunda metade do século XX e início do XXI. Mas a sociologia tem lidado muito com questões de justiça, interesses e poder, com tudo o que diz… Continuar Lendo →

Deixe uma resposta

por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: