Ciclo de Humanidades. Quando a raça importa?!

Apresentação

No próximo dia 30 de julho, o Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciências sociais realizará, em parceria com a editora UBU, o quarto encontro com o tema Quando a raça importa?!. Neste dia, refletiremos sobre o racismo em nossas sociedades, tratando de suas origens históricas e de seus distintos modos de funcionamento na atualidade. Pensaremos sobre como os projetos de nação se fundaram em concepções racistas, que se cruzaram com experiências coloniais externas e internas. A depender das sociedades nacionais, regionais e locais, existem mecanismos de estratificação por raças, que se cruzam com posições de classe, profissionais, de gênero etc., reproduzindo desigualdades e minando liberdades; ou mesmo, para usarmos o conceito de necropolítica de Achille Mbembe, corpos racializados podem ser alvos da violência estatal e social.

A existência do racismo pode ser iluminada por uma escolha teórica feita por alguns que considerem esta lente uma forma de iluminar a realidade; mas para outros, ela se manifesta também como uma experiência vivida corporal e afetivamente. Falar de raça e de racismo, portanto, por mais inoportuno que possa parecer, é apenas constatar uma experiência real e expressá-la em vista de uma reivindicação de igual reconhecimento. Iremos nos nortear por algumas questões: quando a raça se mostra importante individual e socialmente? Como o racismo se faz presente em nossas vidas, sendo vivenciado e reproduzido em suas distintas tonalidades? Será possível liberar-se da questão racial em algum momento? Será possível refletir sobre o racismo sem recair nas fragmentações da luta identitária e gerando convergências de experiências afetivas, políticas, culturais e sociais que sejam meta-raciais?

Ora, se, como alguns profetizam, o devir do mundo é um devir negro, onde as maiorias em todas cores e etnias se encontrarão nas mesmas condições que os negros encontraram na era colonial e imperial, talvez será assim que não apenas emergirá com clareza o sentido da questão racial, mas também a oportunidade de sua superação em prol da defesa de um bem comum humano.

Local: 
Aplicativo Zoom
sala disponível para inscritos que queiram interagir com palestrantes. Inscrição obrigatória: https://forms.gle/8XhKXW6Ujb8VE5BE6

Streaming no youtube
Para todos no canal do Bureau du livre de l’Ambassade de France au Brésil: https://www.youtube.com/channel/UCO629tSMzuL7EYT1Vq1wIbA

Data: 
30 de julho (quinta-feira)

Horário:
das 19 – 21h

Certificado:
Será disponibilizado Certificado, pelo Ateliê de Humanidades/BiblioMaison, para participação neste evento. Caso haja participação de no mínimo 75% dos dias, será dado o certificado de participação no Ciclo de Humanidades como um todo.


Palestrantes



Entrevistada



Ciclo de Humanidades. O cuidado da liberdade: de qual coragem a vida precisa?

Proposta Normalmente a coragem é pensada como uma virtude de épocas aristocráticas, a ser exercida por homens viris em tempos extraordinários. Porém, quando ela é somente pensada pela forma épica e associada só a feitos heroicos, esquecemos facilmente como a coragem se faz presente na vida individual e coletiva. Não seria a coragem uma virtude… Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Os fins do humano: pensar o sentido da educação em tempos e barbárie

Proposta Em tempos como o nosso, onde autoritarismos, desconstruções e devastações parecem ser as principais coisas a prosperar, onde proliferam grandes ameaças tanto à democracia quanto à espécie humana, torna-se fundamental retomar a pergunta sobre os fins do humano e colocar a questão do sentido da educação. Para tanto, no sexto encontro do Ciclo de… Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Em busca do conservadorismo perdido?

Apresentação Nos últimos anos, muito se fala sobre a ascensão de uma “onda conservadora”. Ela está presente não apenas na conquista de governos através de eleições, mas também nas mentalidades de pessoas com os mais diversos perfis de classe, gênero, raça, profissão, religião etc. Como podemos compreender este cenário em movimento? Infelizmente, nossa compreensão do… Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Quando a raça importa?!

Apresentação No próximo dia 30 de julho, o Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciências sociais realizará, em parceria com a editora UBU, o quarto encontro com o tema Quando a raça importa?!. Neste dia, refletiremos sobre o racismo em nossas sociedades, tratando de suas origens históricas e de seus distintos modos… Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades 2020

O Ciclo de Humanidades: ideias e debates em filosofia e ciências sociais é um espaço de reflexão, exposição e conversa sobre ideias, autores e temas clássicos e contemporâneos. Ele é concebido e organizado pelo Ateliê de Humanidades, juntamente com a BiblioMaison/Consulado da França e com o Instituto Goethe/Consulado da Alemanha, tendo uma periodicidade (mínima) mensal, realizando-se habitualmente na última quinta-feira de cada mês ao longo de todo o ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: