Pontos de leitura: o viver poeticamente e a efêmera beleza do mundo, por Edgar Morin

Viver de prosa é apenas sobreviver. Viver é viver poeticamente. O estado poético é um estado de participação, comunhão, fervor, festa, amizade, amor que inflama e transfigura a vida. Ele faz viver o grande fogo na consumação (Bataille), e não no pequeno fogo do consumo. O estado poético traz em si a qualidade da vida,... Continuar Lendo →

O presidente e a imprensa, por Carlos Alberto Rabaça

A relação entre o presidente Bolsonaro e os meios de comunicação tem sido carregada de paixões. O paroxismo do amadorismo político se apresenta nas manifestações lamentáveis a respeito daqueles que zelam pelo direito à informação e à transparência da coisa pública. E o motivo é evidente: a imprensa investiga, analisa e divulga atitudes do Governo... Continuar Lendo →

Pontos de leitura: a luta fundamental pela autocrítica, por Edgar Morin

A luta fundamental da autocrítica é contra a autojustificação. Por todo lado e sem cessar, funciona a máquina cerebral de se inocentar, de se legitimar e de fazer uma estátua de si mesmo. A vida cotidiana e a vida pública são feitas de autojustificações que se chocam cegamente umas com as outras. E quando a... Continuar Lendo →

Pontos de leitura: a amizade como o maior dos bens (1), por Aristóteles

De fato, [a amizade] é uma certa excelência, ou algo de estreitamente ligado à excelência; além disso, é do que mais necessário há para a vida. Pois ninguém há de querer viver sem amigos, mesmo tendo todos os restantes bens. E até os ricos, os que têm posição e poder, têm uma necessidade extrema de... Continuar Lendo →

Pontos de leitura: Resistir às crueldades, o combate essencial da ética

O bem está condenado a ser fraco, isso quer dizer que é preciso abandonar todo sonho de perfeição, de paraíso, de harmonia. Ele sempre é ameaçado, perseguido. Isso quer dizer também que ele induz a uma ética de resistência.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: