Pontos de leitura: a luta fundamental pela autocrítica, por Edgar Morin

A luta fundamental da autocrítica é contra a autojustificação. Por todo lado e sem cessar, funciona a máquina cerebral de se inocentar, de se legitimar e de fazer uma estátua de si mesmo. A vida cotidiana e a vida pública são feitas de autojustificações que se chocam cegamente umas com as outras. E quando a violência se desencadeia, os assassinos políticos se autolegitimam sempre como Justos.

Quanta arrogância existe em qualificar de “desonesto” e de “má fé” o contraditor, como se estivesse no interior de sua consciência. Quanta indignidade existe em designar como mentiroso deliberado aquele que afirma uma opinião contrária à sua. Eu diria, mesmo, que um mínimo de rigor intelectual deveria nos interditar em proferir as palavras “boa fé” ou “má fé”. Eu creio, mesmo, que toda vez que nós denunciamos “mentirosos”, nós nos recusamos raivosamente a tomar consciência de uma verdade que nos ofende. Assim, só a autocrítica pode nos dar consciência de nossas insuficiências e de nossa suficiência. A autocrítica conduz a uma modéstia, por vezes a uma humildade, pelo reconhecimento de nossas faltas e carências. A autocrítica nos adverte, enfim, sobre nossas alergias psíquicas, sobre os humores pelos quais nós nos deixamos surpreender, sobre as mil pequenas falhas do cretinismo de cada um; e ela não pode ser reforçada senão pelo zombar de si mesmo, que é, ao mesmo tempo, reforçado pela autocrítica.

Edgar Morin. (2004) Ética, A cultura psíquica, Autocrítica (editora Sulina)

Achado de André Magnelli

Fonte da imagem: não identificada


metodo-6-etica


Este livro foi publicado com apoio:

Os Pontos de Leitura do Ateliê

A leitura é uma das mais prazerosas experiências do artesanato intelectual. Em nossos estudos e pesquisas, fazemos viagens que navegam entre leituras e livros, às vezes com um roteiro bem planejado, outras vezes com uma aventura plena de caos. No meio do caminho, há sempre pedras, pois há sempre pedras no meio do caminho. Mas algumas nas quais tropeçamos são preciosas, esplêndidos tesouros achados, riquezas de pensamento e de cultura.

Nossa seção “Pontos de Leitura” se constitui como um espaço do Ateliê para compartilhar tais pontos descobertos, entre uma linha e outra de nossa itinerância. Bons achados!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: