Ciclo de Humanidades. Além da crítica: por que o amor importa? (evento gratuito)

Apresentação

Somos todos críticos! E é por isso que nós nos suportamos cada vez menos. Ser crítico tornou-se um estilo de existência, tanto para a direita quanto para a esquerda. Todavia, preceitos e ordens em robozinhos automatizados, vídeos no youtube e memes virais no whatsapp valem muito mais do que uma crítica bem fundamentada. Em tempos de agonia, parece que lacrar ou mitar vale mais do que argumentar ou entender, gerando um ciclo vicioso de agressões e ódios mútuos. Sob o lema do “ouse saber”, o Iluminismo havia prometido a chegada dos indivíduos à maioridade por meio do entendimento e da comunicação; mas parece que caímos em uma nova menoridade nesta sociedade da aceleração, onde os pretensos mestres nos dizem: “não raciocine, critique e compartilhe; não compreenda, renegue e confronte!”.

Propomos então nos perguntar: como podemos sair da espiral de uma crítica negativa e das seduções da desconstrução e do confronto? Não seria pelo reconhecimento de que “o amor importa” e que, junto com a justiça e a liberdade, possui potenciais emancipadores?

No próximo dia 26 de setembro, sob a liderança de André Magnelli (livre-pesquisador e diretor do Ateliê de Humanidades) e com participação de convidados, o Ateliê de Humanidades propõe, em parceria com a BiblioMaison / Consulado da França e o Goethe Institut / Consulado da Alemanha, uma reflexão sobre as possibilidades da crítica e as potencialidades do amor. Como parte do projeto Cartografias da Crítica e como desdobramento do curso livre Amor, amores: percursos (em parceria com Centro Dom Vital), será desenvolvida uma conexão entre a tradição alemã (o idealismo alemão, Herbert Marcuse, Axel Honneth, Hartmut Rosa e Byung Chul Han) e a tradição francesa (em especial Luc Boltanski e o Movimento anti-utilitarista em ciências sociais – M.A.U.S.S.), trazendo em diálogo, também, oportunamente, as contribuições da escola italiana de sociologia do agir agápico.

Informações:

Local: Espaço da Bibliomaison/Médiathèque da Maison de France

Av. Presidente Antonio Carlos 58, Centro, RJ, 11º andar.

Data: 26 de setembro

Horário: das 19:00 às 20:30h (podendo se estender até 21h)

Certificado:

Certificamos a presença na conferência e também no Ciclo (presença de 75%)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: