Pontos de leitura. O que é a democracia, afinal? – “Uma democracia (in)acabada” (Ateliê de Humanidades, 2019)

Iremos publicar em breve o livro Uma democracia(in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon. Com ele, inauguramos o selo editorial do Ateliê de Humanidades.

Como preparativo para o lançamento, disponibilizamos a todos algumas citações retiradas de nosso livro.


A democracia triunfou grandemente e vacilou persistentemente. Na atualidade, ela é vista mais como um problema com o qual nos debatemos, do que como uma solução evidente da qual partimos

Introdução dos autores

Ao invés de anunciar o fim da democracia pela milésima vez, propomo-nos a pensar as incertezas, as indeterminações e as aporias deste regime político e forma social, que é, essencialmente, uma obra aberta.

Introdução dos autores


Não se trata apenas de dizer que a democracia tem uma história. É preciso considerar mais radicalmente que a democracia é uma história. Ela é indissociável de um trabalho de exploração e de experimentação, de compreensão e de elaboração de si mesma

Pierre Rosanvallon

A democracia, concebida como uma experiência, abre a porta para um verdadeiro universalismo: um universalismo experimental. Ao reconhecer que somos todos aprendizes em democracia, instauramos um diálogo político muito mais aberto, porque igualitário

Pierre Rosanvallon

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: