Evento: Horizontes da Inteligência Artificial – Diálogos entre Teoria e Política

A inteligência artificial (IA) se tornou uma das grandes questões de nosso tempo. Nos últimos anos, houve um verdadeiro boom de tais tecnologias, que prometem povoar crescentemente a vida cotidiana e as instituições, revolucionando a economia, o trabalho, a política, a educação, a saúde, o transporte, a defesa, a segurança etc. Não é um acaso, portanto, que elas tenham se tornado centrais para pensar as mutações contemporâneas, tanto do ponto de vista de um diagnóstico teórico sobre o que acontece e para onde estamos indo, como também do ponto de vista político sobre o que podemos fazer e qual o caminho conveniente a seguir. Na França, assim como no Brasil, as IA muito nos dão a pensar teórica e cientificamente e muito nos porá a fazer ética e politicamente.

Diante desse cenário, como parte das atividades do Novembre Numérique, a BiblioMaison & o Ateliê de Humanidades se propõem a pensar os Horizontes da Inteligência Artificial por meio de reflexões que dialoguem teoria e política. Será realizada uma mesa-redonda com a participação de Fernanda Bruno (UFRJ), Lorena Regattieri (UFRJ) e Thiago Cabrera (Universidade Católica de Petrópolis) com a mediação de André Magnelli (Ateliê de Humanidades), onde se fará uma reflexão conjunta sobre as transformações em curso dadas pelo desenvolvimento das tecnologias de IA, buscando-se fomentar um diálogo entre o contexto francês/europeu e o brasileiro.

Evento gratuito, em português, sujeito à lotação


Dia 08/11
Às 19:00 h

Local BiblioMaison – Consulado da França – Avenida Presidente Antônio Carlos, 58/11 andar. 

***
Sobre os palestrantes

Fernanda Bruno
Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura e do Instituto de Psicologia da UFRJ. Foi pesquisadora visitante na Sciences Po, Paris (2010-2011) e atualmente coordena o MediaLab.UFRJ. É pesquisadora do CNPq desde 2007 e membro-fundadora da Rede latino-americana de estudos em vigilância, tecnologia e sociedade/LAVITS.

Lorena Regattieri
Mestre em Comunicação e Territorialidades pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Atualmente, é doutoranda do programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO UFRJ), pesquisadora assistente no MediaLab.UFRJ (Laboratório em Mídias e Métodos Digitais) e no CIBERCULT – Laboratório de Comunicação Distribuída e Transformação Política. É co-editora da Revista DR. Tem interesse em antropologia da ciência e tecnologia, ciência de dados e empoderamento, metodologias e tecnologias de propostas interseccionais e soberania digital. Integra o corpo docente da pós-graduação da Faculdades Integradas Hélio Alonso (FACHA). 
Atua há dez anos em projetos de pesquisa e coordenação de equipes com foco em organização da informação, ciência de dados, tecnologias interativas e cultura de redes. Desenvolveu projetos de pesquisa, ensino e extensão em direitos humanos, gênero, juventude e políticas públicas. Foi pesquisadora associada no Laboratório de Estudos em Imagem e Cibercultura (LABIC), onde trabalhou na criação e desenvolvimento de metodologias quali quantitativas de análise de dados das redes sociais, com foco na interação humano/máquina e seus desdobramentos para a 7 comunicação. Participou da gestão de produtos e aplicação de metodologias para coleta, análise e visualização de dados, que criou a plataforma de monitoramento do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), os web aplicativos de Monitoramento de Direitos Humanos na Internet da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e para o Monitoramento das discussões sobre o Marco Civil da Internet no Brasil, entre outros (http://labic.net/). Na Universidade de Alberta, Canadá, integrou a equipe do Text Analysis Portal for Research (TAPOr) e coordenou o projeto de gestão da versão 3.0 do portal para as ferramentas usadas na análise, recuperação e visualização de dados (http://tapor.ca/home). Com ampla experiência em criação e execução de campanhas digitais, realiza consultorias políticas com ênfase na avaliação de cenários

Thiago Cabrera 
Professor de Filosofia da Universidade Católica de Petrópolis e da Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro. Doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com estadia de pesquisa na Universität Heidelberg, mestre e bacharel em Filosofia pela UFRJ e graduado em Comunicação Social/Cinema pela Universidade Federal Fluminense, pesquisa principalmente os seguintes temas: Filosofia da Tecnologia, Educação Estética, Filosofia Pragmática da Linguagem, Hermenêutica Filosófica, Fenomenologia, Teoria do Cinema e Idealismo Alemão.

Mediador 
André Magnelli (Ateliê de Humanidades), livre-pesquisador e diretor do Ateliê de Humanidades; mestre e doutor em Sociologia no IESP-UERJ; professor adjunto da Faculdade de São Bento (FSB-RJ); professor das pós-graduações de Filosofia Moderna e Contemporânea e de Filosofia & Literatura da FSB-RJ; foi membro organizador e editor do Blog do Sociofilo e pesquisador associado do Núcleo de Pesquisa SOCIOFILO (IESP-UERJ); pesquisador associado do Centro Brasileiro de Estudos Durkheimianos (UFRGS); publica periodicamente no Jornal do Brasil (JB). Pesquisa na interface de teoria social, teoria antropológica, tecnociências.

Os comentários estão encerrados.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: