Curso Livre. A Máquina Selvagem: A antropologia política de Pierre Clastres

“...é preciso aceitar a ideia de que a negação não significa um nada, e de que, quando o espelho não nos devolve nossa imagem, isso não prova que não há nada a se observar.” (Pierre Clastres) Professores André Magnelli & Rafael Damasceno Apresentação do curso Pierre Clastres (1934-1977) é sem dúvidas um dos grandes nomes da... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades.Resistir às seduções do irracionalismo: homenagem aos 90 anos de Jürgen Habermas (evento gratuito)

No dia 31 de outubro, o Ateliê de Humanidades, em parceria com a BiblioMaison / Consulado da França e o Goethe Institut / Consulado da Alemanha, realizará o Ciclo de Humanidades em uma homenagem ao seu aniversário de 90 anos. Aproveitando o contexto de institucionalização do Instituto franco-alemão, refletiremos sobre a obra e o pensamento de um dos principais pensadores da democracia, dos direitos humanos, do direito internacional, do cosmopolitismo e da União Europeia. Pensar com Habermas a partir do Brasil é engajar-se em um diálogo intercultural, no qual é possível refletir não apenas sobre como a unidade da razão ressoa na multiplicidade de suas vozes, mas também sobre como resistir às forças contemporâneas de fragmentação, sectarismo e desrazão, construindo uma humanidade (e uma ordem internacional) comum através da polifonia dos povos e nações.

Curso Livre. A História da Sexualidade: Introdução, atualidade e crítica

Professor Lucas Faial Soneghet Apresentação Desde que foi publicada, a História da Sexualidade, de Michel Foucault, tornou-se um marco nas pesquisas em filosofia, em história e em ciências sociais. O primeiro volume, A Vontade de Saber (1976), escrito logo após Vigiar e Punir (1975), foi parte da genealogia dos dispositivos de saber-poder empreendida pelo autor... Continuar Lendo →

Participação de livre-pesquisadores do Ateliê de Humanidades na ANPOCS

Livre-pesquisadores do Ateliê de Humanidades apresentam trabalhos no Seminário Temático “Intelectuais, democracia e dilemas contemporâneos” no 43º Encontro Anual da Anpocs, coordenado por Felipe Maia (UFJF) e Maria Alice Rezende de Carvalho (PUC-Rio). - Um Esclarecimento incontornável: os intelectuais em uma democracia em mutação, por André Magnelli e Alberto L. C. de Farias - Redes... Continuar Lendo →

Vídeos no YOUTUBE do lançamento de “Uma democracia (in)acabada” (UFJF)

Disponibilizamos hoje a gravação do lançamento do livro “Uma democracia (in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon” de Felipe Maia G. da Silva, André Magnelli e Sebastião Lindoberg Campos, ocorrido no dia 25/09, na 6ª Jornada de Ciências Sociais UFJF. O livro foi lançado na mesa “A democracia em crise” e... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Michel Serres e o Contrato Natural: navegando com os ameríndios entre geometria e topologia (evento gratuito)

No próximo dia 17/10, o Ciclo de Humanidades vai revisitar a questão do contrato natural, proposta pelo filósofo francês Michel Serres, que faleceu agora em 2019. Será uma oportunidade não apenas de homenagear um dos mais influentes pensadores franceses contemporâneos, como também de refletir, em diálogo entre a filosofia, a etnologia e a matemática, sobre quais tecnologias podem ser desenvolvidas em face ao Antropoceno.

I Congresso interdisciplinar “Estruturalismos”

Influenciando a maior parte das produções humanísticas desenvolvidas na década de 60 até os dias de hoje, o estruturalismo possui a instigante propriedade de unir diferentes vozes que, nos sentidos múltiplos de suas produções, ecoaram em um certo uníssono. Seria isso que, portanto, há de comum entre o linguista R. Jakobson ; o antropólogo C. Lévi-Strauss; o psicanalista J. Lacan; o marxista L. Althusser e o crítico literário R. Barthes; e diversos outros pensadores que se inscrevem nessa tradição inesgotável. ​No I Congresso Interdisciplinar Estruturalismos pretendemos reunir a diversidade presente neste movimento que repercute por diversas áreas do pensamento como a Linguística, a Psicanálise, os Estudos Literários, a Antropologia, a Sociologia e Filosofia. Gostaríamos de convidar a todos que possuem interesse nesse tema a enviar propostas de comunicação para o seguinte email: congressoestruturalismos@gmail.com.

Conversa com Paulo Henrique Martins. “Amor e generosidade – para que isso nas humanidades?”

Publicamos uma pequena conversa entre Paulo Henrique Martins e André Magnelli, que serve de preparativo para o próximo Ciclo de Humanidades, que será realizado dia 26-09, com tema: "Além da Crítica: por que o amor importa?". Ela está disponível no República de Ideias e em vídeo no youtube. Apresentação Para que o amor e a... Continuar Lendo →

Ciclo de Humanidades. Além da crítica: por que o amor importa? (evento gratuito)

Apresentação Somos todos críticos! E é por isso que nós nos suportamos cada vez menos. Ser crítico tornou-se um estilo de existência, tanto para a direita quanto para a esquerda. Todavia, preceitos e ordens em robozinhos automatizados, vídeos no youtube e memes virais no whatsapp valem muito mais do que uma crítica bem fundamentada. Em... Continuar Lendo →

Lançamento de “Uma democracia (in)acabada” na UFJF

No dia 25/09 ocorrerá na 6ª Jornada de Ciências Sociais UFJF, o lançamento do livro “Uma democracia (in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon" de Felipe Maia G. da Silva, André Magnelli e Sebastião Lindoberg Campos! O livro será lançado na mesa "A democracia em crise" e contará com a participação... Continuar Lendo →

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: