Livre-Pesquisadores Plenos

O que são?

Os Livre-pesquisadores plenos são aqueles que possuem plena formação, integrando o Corpo do Ateliê com ampla liberdade para dar tutoria de livre-formação e pesquisa, organizar grupos de estudos, lecionar cursos livres, fazer palestras e atividades culturais, coordenar atividades de pesquisa e empreender projetos inovadores.

Os Livre-Pesquisadores Plenos

 

André Magnelli

28383447_2003436263205822_1301840944_n.jpg

É idealizador, realizador e diretor da instituição de livre estudo, pesquisa, escrita e formação Ateliê de Humanidades (ateliedehumanidades.com). Sociólogo, professor, editor e empreendedor público. É co-coordenador do Ateliê de Humanidades Editorial, do Cadernos do Ateliê e do podcast República de Ideias. É editor da tribuna Fios do Tempo: análises do  presente.  É pesquisador parceiro do Centro Brasileiro de Estudos Durkheimianos (UFRGS) e pesquisador do Núcleo de pesquisa de filosofia e teoria social SOCIOFILO. Foi professor adjunto da Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro, onde lecionou na graduação e nas pós-graduações de Filosofia Moderna e Contemporânea, de Ciências da Religião e de Filosofia & Literatura. Foi professor assistente do departamento de sociologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Tem graduação, com grau summa cum laude, em ciências sociais pelo IFCS-UFRJ, mestrado (2009-2010) e doutorado (2011-2015) pelo IESP-UERJ. É pesquisador associado do núcleo de pesquisa em teoria social e sociológica SOCIOFILO, do IESP-UERJ, liderado por Frédéric Vandenberghe, onde foi assistente de pesquisa entre 2010-2013. Publicou periodicamente no Jornal do Brasil (JB) e foi membro organizador e editor do antigo Blog do Sociofilo. Pesquisa na interface de teoria social, tecnociências & sociedade, sociologia histórica do político, teoria antropológica, ética, filosofia política e retórica. Publicou os seguintes livros: Durkheim, apesar do século: novas interpretações entre filosofia e socicologia (Annablume, 2018), Uma democracia (in)acabada: quadros e bordas da soberania do povo com Pierre Rosanvallon (Ateliê de Humanidades Editorial, 2019), Cartografias da crítica (Ateliê de Humanidades, 2019) e Sociologia das tecnociências contemporâneas (Ateliê de Humanidades Editorial, 2020). Pesquisa na interface de teoria social, tecnociências & sociedade, sociologia histórica do político, teoria antropológica, ética, filosofia política e retórica.

Alberto Luis Cordeiro de Farias

_padrao_img_.jpg

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) onde foi bolsista pelo Programa de Educação Tutorial de Ciências Sociais da UFPE, MEC, SESu por sete períodos consecutivos. Atualmente, dedica-se ao Doutorado em Sociologia do IESP-UERJ, onde defendeu mestrado em 2016, e compõe o grupo de pesquisas Sociofilo. Seus interesses de estudo e pesquisa se concentram nas sub-áreas de Teoria Social e Filosofia das Ciências Sociais. Desenvolve pesquisas na intersecção da sociologia com a filosofia, tendo experiência com as seguintes especialidades: teoria sociológica clássica, pensamento social alemão e fundamentos filosóficos da teoria social, com ênfase nos seguintes temas: sociogênese da sociologia, sociologia crítica dos conceitos, sociologia filosófica, marxismo sociológico e teoria crítica alemã.

Ajudo a construir o Ateliê de Humanidades.Sou coordenador do Ateliê de Humanidades Editorial e co-animo as seguintes linhas ou planos de convergência: sobre (teoria) crítica contemporânea (Cartografias da Crítica: Fundamentos, Potencialidades e Limites), em colaboração com outros núcleos de pesquisa; sobre política, sociedade e cultura no Brasil (Brasiliando: política, sociedade e cultura); sobre humanismo, educação e formação humana (Entre Humanismo e Pragmatismo: artesanato, educação, cultura e trabalho no século XXI); sobre ficções e utopias políticas (Dis(U)Topias: crítica, crise e ficções além de nosso tempo); sobre capitalismo e sociologia das organizações (Transformações do Capitalismo e Mudanças Organizacionais); e sobre técnica e sociedade no século XXI (Tecnociências & Sociedade).

Jayme Gomes Neto

IMG_20180221_222221167_2.jpg

Sou graduado em Ciências Sociais e mestre em Sociologia, ambos pela Universidade de São Paulo (USP). Em minha dissertação trabalhei a relação entre a filosofia kantiana e a chamada escola sociológica francesa, no que se destaca a obra de Émile Durkheim. Sou atualmente doutorando pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e pesquisador do Centro Brasileiro de Estudos Durkheimianos. Realizo atualmente uma pesquisa que versa em torno dos desdobramento da teoria sociológica durkheimiana nas obras de autores como Claude Lévi-Strauss, Talcott Parsons, Erving Goffman, e outros.

Meus interesses de estudo e pesquisa, nos últimos anos, tem se direcionado principalmente às áreas de teoria social e da filosofia. No ateliê de humanidades, busco aperfeiçoar minha formação por meio da pesquisa e do intercâmbio intelectual. Mais especificamente, minha inserção se dá por meio da atuação − em alguns casos de maneira mais direta e em outros de forma mais lateral − nos seguintes planos de convergência: Entre Humanismo, Pragmatismo e Complexidade; Cartografias da Crítica; A Revolução do Dom; (Re)Pensando a Secularização.

Marcos Lacerda

marcos_foto

Possui graduação em Ciências Sociais pelo IFCS-UFRJ (2005-2009), mestrado em Sociologia e Antropologia pelo PPGSA/IFCS-UFRJ (2009-2011) e Doutorado em Sociologia pelo IESP/UERJ (2011-2015). Foi Diretor do Centro da Música da Funarte/Ministério da Cultura, responsável pelas políticas públicas para a música no Brasil, entre maio de 2015 e março de 2017. Atualmente faz parte do laboratório de pesquisa Sociofilo (IESP/UERJ), sob coordenação geral do Frédéric Vandenberghe, atua na coordenação e curadoria da coleção Caderno Ultramares, da OCA Editorial de Portugal, ao lado do crítico e editor Sérgio Cohn e é investigador visitante do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, com o projeto “Biopolítica e tecnologias da informação”

Lucas Faial Soneghet

ce211cdd-fb4f-4a8f-983b-a0d49993d28c

Doutorando em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA/IFCS/UFRJ) e membro do Núcleo de Pesquisa SOCIOFILO. Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Durante o mestrado, desenvolveu pesquisa na área de Pensamento Social Brasileiro, defendendo dissertação sobre o catolicismo na obra de Mário de Andrade. Atualmente está pesquisando formas de cuidado no fim da vida. A pesquisa em andamento tem como temas: subjetividade, modelagem do self, cuidado de si e dos outros, corporalidade e o morrer.

Thiago Cabrera

13087309_1524834931158853_457264075384237305_n

Professor de Filosofia da Universidade Católica de Petrópolis e da Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro. Doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com estadia de pesquisa na Universität Heidelberg, mestre e bacharel em Filosofia pela UFRJ e graduado em Comunicação Social/Cinema pela Universidade Federal Fluminense, pesquisa principalmente os seguintes temas: Filosofia da Tecnologia, Educação Estética, Filosofia Pragmática da Linguagem, Hermenêutica Filosófica, Fenomenologia, Teoria do Cinema e Idealismo Alemão

Thiago Silva Pacheco

Doutor em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduado em História pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro (2006) com especialização em Ciências da Religião pela Faculdade do Mosteiro de São Bento. Atua desde 2006 em instituições religiosas de ensino, e desde 2011 leciona para cursos de graduação e pós-graduação nos campos da História do Antigo Israel, Antigo Testamento e Ciências da Religião. Entre 2012 e 2014 trabalhou com a produção de textos na área de História, voltada para a atualização de professores da Rede Estadual através do projeto de formação continuada SEEDUC. Desde o mestrado tem se dedicado aos estudos sobre agentes de Segurança e Inteligência. Em 2014 integrou, como bolsista FAPERJ, o grupo de pesquisa Justiça Autoritária, ligado ao Laboratório de Direitos Humanos da Faculdade Nacional de Direito – UFRJ (LADIH). No estágio pós-doutoral, integrou seus estudos aos campos da História do Direito e da Criminologia.

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑