Cadernos do Ateliê. Nota sobre as relações entre Tecnologia e Sociologia (1948), por André Leroi-Gourhan

A Série “A História Antropológica de um Ponto de Vista Tecnológico” A Série, publicada em Fascículos pelos Cadernos do Ateliê, do Ateliê de Humanidades, tem o propósito de disponibilizar ao grande público ensaios de “antropologia das tecnologias”. Ela tem o intuito de publicar, principalmente, traduções de textos clássicos da história da antropologia (e de suas ciências irmãs, como a arqueologia e a etologia) que tenham assumido uma posição do “ponto de vista tecnológico”. Pretendemos trazer também ensaios contemporâneos que trabalham com uma abordagem antropológica das técnicas, dos objetos técnicos e das tecnologias. No terceiro fascículo trazemos o artigo de André Leroi-Gourhan, Nota sobre as relações entre Tecnologia e Sociologia (1948).

Abaixo do asfalto está a praia: reflexões sobre o legado da Escola de Frankfurt, por Seyla Benhabib

Sendo liderado por Alberto Luis Cordeiro de Farias & André Magnelli, o Cartografias passou a ter como locus central o Ateliê de Humanidades e integrou, como co-coordenador, o professor Felipe Maia (UFJF). Iniciamos com grande alegria, agora em 2019, a segunda fase do Cartografias, trazendo a público um novo projeto, o nosso primeiro livro e uma série de publicações no Cadernos do Ateliê. Como estreia, publicamos no primeiro fascículo, o excelente texto de uma das principais teóricas da atualidade, Seyla Benhabib (Universidade de Yale). Agradecemos fortemente à Benhabib e à Boston Review por pela gentil autorização da publicação.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: