Projeto – A virada ontológica na antropologia das tecnologias

Pesquisadora

Maryalua Meyer

Tutoria

André Magnelli

Resumo

As tecnologias contemporâneas geram inesperadas transformações em nosso mundo. O computador, as telecomunicações, a inteligência artificial, a  biotecnologia, inúmeros são os casos suscetíveis à investigação antropológica; talvez, diante disso, seja interessante olhar para composição tecnológica do mundo enquanto um lócus privilegiado para o avanço do projeto da antropologia de compreender as sociedades humanas.

Já nos deparamos com tal movimento de transformação conceitual, pois uma ampla renovação dos estudos de ciência e tecnologia é operada hoje pela chamada “virada ontológica” na antropologia contemporânea. Se, como diz Marilyn Strathern, as “novas tecnologias estimularam a retomada de velhos debates sobre o que é recente e o que é antigo nas descrições da vida social”, a “virada ontológica” da antropologia nos permite, de certo modo, reformular os próprios termos dos debates trazendo-nos uma nova percepção ao que parecia velho e novo, arcaico e moderno. Com ela, temos um ponto de partida para uma antropologia dos modernos e um estudo comparado das cosmopolíticas. A presente pesquisa tem o objetivo de apresentar uma nova abordagem teórico-metodológica sobre a técnica e a tecnologia, operada pela chamada “virada ontológica”, que seja capaz de trazer uma nova inteligibilidade para as transformações tecnológicas das sociedades complexas.

Natureza

Projeto de pesquisa individual.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: