Com olhar de águia, voa-se acima da soberba e da inveja – por F. Nietzsche

21. Contra a soberba

Não se encha de ar: senão basta
uma alfinetada para o estourar.

40. Sem inveja

Sim, não há inveja em seu olhar; e vocês o louvam por isso?
Ele não olha em torno, à procura de seus louvores;
ele tem o olhar de águia, visa o que está longe.
Ele não os enxerga – vê apenas astros e estrelas!

Friedrich Nietzsche. Gaia Ciência (1882/1887).
“Brincadeira, Astúcia e Vingança”: Prelúdio em rimas alemãs (Companhia das Letras)

Achado de André Magnelli


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: