Curso Livre. A História da Sexualidade: Introdução, atualidade e crítica

Professor

Lucas Faial Soneghet

Apresentação

Desde que foi publicada, a História da Sexualidade, de Michel Foucault, tornou-se um marco nas pesquisas em filosofia, em história e em ciências sociais. O primeiro volume, A Vontade de Saber (1976), escrito logo após Vigiar e Punir (1975), foi parte da genealogia dos dispositivos de saber-poder empreendida pelo autor nos anos 1970. Com ela, o projeto de uma história da sexualidade associou-se a uma genealogia do sujeito moderno e a um esforço de ontologia do presente. Por sua vez,os segundo e terceiro volumes, O Uso dos Prazeres e O Cuidado de Si, publicados no ano de morte (1984), marcaram uma virada ética para a problemática da relação do sujeito a si mesmo e aos outros e para uma história dos modos de subjetivação presentes na antiguidade greco-romana. Por fim, o quarto volume, As Confissões da Carne, cujo manuscrito inacabado acaba de ser publicado (2018), dedicou-se à emergência do sujeito de desejo e de direito no cristianismo primitivo, em especial nas obras dos “padres da Igreja”.

Nosso curso tem como objetivo realizar uma introdução ao conjunto da História da Sexualidade em seus quatro volumes. Não somente apresentaremos as teses fundamentais e o contexto da obra no interior do itinerário foucaultiano, como também refletiremos sobre sua repercussão e sua atualidade, sobretudo no tocante às agendas de pesquisa e aos esforços de uma ontologia de nosso tempo. Junto a isso, apresentamos uma perspectiva crítica da obra, procurando apontar lacunas, suscitar questões e cotejá-la com outras análises da mesma matéria sócio-histórica.


Programa do Curso

1, Introdução à obra de Michel Foucault

1.1. Arqueologia, genealogia, história do sujeito

1.2. Uma história da sexualidade: a formulação da problemática

1.3. Biopolítica e o corpo-poder

2. A vontade de saber, O regime dos prazeres e O Cuidado de si

2.1. A Vontade de saber: genealogia do dispositivo da sexualidade

2.2. Moral e prática de si: uma virada para a história do sujeito

2.3. O regime dos aphrodisia: Dietética, econômica e erótica na Grécia IV a. C.

2.4. A formação da cultura de si no Império Romano

2.5. Transformações da sexualidade, da prática matrimonial e do jogo político

2.6. Um novo regime: corpo, erótica e vínculo conjugal

3. As Confissões da Carne, o último volume da História da Sexualidade

3.1. A questão do cristianismo na obra de Foucault

3.2. As fontes documentais: cristianismo primitivo e os Pais da Igreja

3.3. Da experiência greco-latina ao cristianismo: metamorfoses da subjetividade

3.4. Dimorfismo: monasticismo e matrimônio

3.5. Metanoia/penitência: o dizer e o fazer verdadeiros

3.6. Ser virgem e ser casado: um percurso pela análise

3.7. A libidinização da sexualidade em Santo Agostinho: emergência do sujeito de desejo/sujeito de direito

4. Atualidade e crítica de uma obra

Objetivos

  • fazer uma introdução clara e aprofundada à obra de Michel Foucault e, mais especificamente, aos quatro tomos de História da Sexualidade;
  • realizar uma reflexão sobre a relevância da História da Sexualidade tanto para as agendas de pesquisa quanto para uma ontologia do presente.

Público alvo

Estudantes, pesquisadores ou interessados em geral na obra de Michel Foucault.


Período: 06/11, 13/11, 27/11

Horário: das 18:30 às 20:30h

Local: Centro Dom Vital

Carga horária: 7 horas/aula

Certificado: Confere certificado mediante 75% de presença nas aulas.

Investimento: R$230,00

Bibliografia Básica

FOUCAULT, Michel. (1970) A ordem do discurso: aula inaugural do Collège de France. São Paulo: Loyola, 2014. (p. 5-20; p. 51-66)

FOUCAULT, Michel. (1975) Vigiar e punir. Petrópolis; Vozes, 2014. (O Corpo dos Condenados, p. 9-30; Os Corpos Dóceis, p. 117-143).

FOUCAULT, Michel. (1976) História da Sexualidade I: A vontade de saber. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1988. (Parte II – A Hipótese Repressiva; Parte IV – O Dispositivo de Sexualidade)

FOUCAULT, Michel; SENELLART, Michel (1977-1978). Segurança, território, população: curso dado no Collège de France. Martins Fontes, 2008. (Aula de 11 de Janeiro de 1978, p. 3-39)

FOUCAULT, Michel. (1984) História da Sexualidade, 2: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007. (Introdução; Parte I; Conclusão)

FOUCAULT, Michel. (1984) História da sexualidade 3: o cuidado de si. Graal, 1985. (Parte II – A Cultura de Si; Parte III – Eu e os Outros; Parte IV, somente Caps. 3 e 4; Parte V, somente capítulo 3)

FOUCAULT, Michel. (2008, póstumo) História da Sexualidade, 4: Confissões da Carne. Rio de Janeiro: Paz e Terra (no prelo)

Bibliografia complementar

FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos vol. V: Ética, Sexualidade. Política, 2004. (Sexualidade e Solidão, p. 92-104; A Ética do Cuidado de Si como Prática de Liberdade, p. 264-288.)

FOUCAULT, M. (1979-1980) O Governo dos Vivos. São Paulo: Martins Fontes, 2014 [2012].

FOUCAULT, M. (1981) Malfazer, dizer verdadeiro (Ciclo de conferências da Universidade de Louvain). São Paulo: Martins Fontes, 2018 [2012].

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade, 4: Confissões da Carne. Rio de Janeiro: Paz e Terra (no prelo) (Excertos).

SENELLART, Michel. Verdade e subjetividade: uma outra história do cristianismo?. In. CANDIOTTO, Cesar; SOUZA, Pedro de (orgs.). Foucault e o cristianismo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012. p. 73-92.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: